Prepare-se para a chegada do inverno!

Com a chegada da estação mais fria do ano, é hora de reforçar os cuidados com para manter nossa beleza e nossa saúde. Com a queda das temperaturas e clima seco, chegam também a tosse, os espirros, o ressecamento da pele, danos aos cabelos, alergias respiratórias, infecções, resfriados, dermatites atópicas e até rugas de expressão.

Para que esses males não se instalem, ou pior, não evoluam, aposte na prevenção. Confira alguns cuidados básicos para essa época.

 

Cabelos

A melhor opção para manter os fios saudáveis no inverno é utilizar shampoos e condicionadores de boa qualidade e adequados para seu tipo de cabelo.

Outra medida importante é fazer hidratação. Idealmente, faça uma limpeza profunda dos fios para retirar todas as impurezas. Em seguida, faça uma hidratação com um creme específico para o seu tipo de cabelo. A hidratação deve ser repetida semanalmente.

Também é comum no inverno o aparecimento de caspa. O principal sintoma é excesso de oleosidade nas regiões com maior concentração de glândulas sebáceas — como couro cabeludo, rosto, supercílios e tórax. O ideal é, antes da chegado do inverno, consultar um dermatologista para fazer o tratamento adequado para evitar que a dermatite se manifeste.

Lábios

Os lábios ficam mais sensíveis durante o inverno. O vento, frio, poeira, poluição e a baixa umidade agridem e ressecam muito os lábios. Mantenha sempre seus lábios hidratados.

Na hora de escolher um protetor labial ou um batom, preste atenção na fórmula. Prefira produtos com filtro solar associado a preparações oleosas e produtos a base de cera de abelha, que mantém os lábios sempre com uma película protetora e ajudam na hidratação. .

Além do uso regular de filtros solares labiais, é importante beber muita água. Outra maneira de se prevenir contra as queimaduras e rachaduras (que às vezes até sangram os lábios) é simplesmente evitando de passar a língua nos lábios, um hábito inconsciente de muita gente.

 

lábios

Rachaduras nos pés

No inverno, a umidade do ar diminui, causando o ressecamento da pele, inclusive dos pés. A hidratação é fundamental, mas também é necessário usar sapatos fechados e um bom hidratante, específico para a região dos pés. As rachaduras acabam se tornando locais propensos à proliferação de bactérias e fungos; por isso é importante tratá-las com cuidado.

Uma boa dica para acabar com as rachaduras é usar a bastante conhecida pomada Bepantol.

Olhos

A baixa umidade do ar no inverno pode comprometer a visão com a chamada síndrome do olho seco. O problema provoca a diminuição da produção da lágrima ou a piora da qualidade de lubrificação. Os principais sintomas são: sensação de areia nos olhos, coceira e extrema sensibilidade à luz. Para evitar esse problema a ingestão de água e colírios específicos para hidratar os olhos ajudam bastante.

 

Pele

O inverno é propício para deixar sua pele ressecada. Com a temperatura mais baixa, as pessoas tendem a ficar em ambientes fechados e sem circulação de ar. Além de ressecar a pele, esses dois fatores aumentam a exposição da pele aos vírus, bactérias e doenças em geral.

A hidratação é essencial para termos a pele saudável e linda. Alguns danos que sua pele sofre quando não hidratada corretamente incluem prurido, urticária e dermatite atópica, entre outros. Para combater essas reações podemos recorrer a algumas regras básicas:

  • Beba muita água, coma frutas, legumes e verduras. Invista nas gorduras boas como abacate, coco, castanhas, manteiga e ovo.
  • Não tome banhos quentes e longos.
  • Use sabonetes suaves e emolientes.
  • Use toalhas macias.
  • Hidrate a pele do corpo, principalmente a do rosto que é mais sensível.

 

Na hora de hidratar a pele do corpo, você pode utilizar hidratantes de banho para facilitar os cuidados. Ou use hidratantes corporais sempre após o banho. Para as partes mais ressecadas do corpo utilize óleos vegetais para hidratação.

Se a pele do rosto não for hidratada adequadamente, vai surgir o ressecamento, que traz riscos como envelhecimento precoce (rugas finas) e diminuição da elasticidade da pele. Com a diminuição da temperatura, os banhos acabam por ser mais quentes, causando a perda da barreira de proteção da pele, levando a um ressecamento severo e, com isso, o aparecimento das rugas e diminuição da elasticidade.

Além da hidratação no rosto, não esquecer também da proteção solar e base facial, que formam uma barreira e protegem a pele dos raios solares, vento e poluição.

Alergias Respiratórias

No inverno, muitas pessoas mostram sintomas de rinite, bronquite e asma, queixando-se de nariz escorrendo, coceira nos olhos, tosse e dificuldade para respirar. Isso sem falar nas constantes crises de espirro, principalmente na parte da manhã. Veja algumas dicas para evitar o problema:

  • Limpe a casa com um pano umedecido em água ou álcool, evitando desinfetante e outros produtos químicos.
  • Evite usar espanador, cortinas de tecido e carpete, que concentram muita poeira. Os ácaros, principais causadores de alergia, são abundantes nos colchões e travesseiros, locais onde costumamos passar grande parte do nosso dia. Por isso é imprescindível o uso de capas impermeáveis aos ácaros.
  • Evite almofadas, bichinhos de pelúcia e cortinas pesadas, pois tudo isso se torna ninho de ácaros. Deixe entrar ar e sol sempre que possível nos cômodos, evitando assim também o aparecimento de fungos.

Não desaparecendo os sintomas com esses cuidados, consulte um médico. Em algumas situações é necessária a prescrição de medicamento antialérgico (corticoide como última opção).

 

Gripes e Resfriados

Especialistas afirmam que o frio causa constrição e estreitamento dos vasos sanguíneos, responsáveis por transportar os elementos de defesa para o organismo. Por isso nossa imunidade fica mais baixa. Então prepare sua imunidade para manter a saúde em dia.

Dicas para prevenir gripes e resfriados

  • Mantenha uma alimentação saudável
  • Beba bastante líquido
  • Poupe suas energias: durma bem e descanse
  • Não tome antibióticos desnecessariamente
  • Combata a febre e a dor muscular com dipirona ou paracetamol. Não use aspirina
  • Mantenha a casa bem ventilada
  • Evite aglomerações
  • Lave as mãos com frequência e use lenços descartáveis.
  • Soro fisiológico nas narinas ajuda a combater a obstrução.
  • Não agasalhe seu filho exageradamente, isso pode desencadear uma convulsão febril.
  • Não use medicamentos como xaropes, gotas nasais, ou descongestionantes sem uma avaliação médica.
  • Procure um serviço médico se tiver dúvidas ou ocorrerem complicações.

 

 

Fonte: Divulgação

Fonte: Blog Beleza e Saúde/Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.